Parece que há mesmo um sentido
envolvendo tudo, sim.
Sinto isso.
Mas sinto mais...
não descobri ainda, em mim, esse como e o porquê...


quarta-feira, 23 de março de 2011

O Outono que chega

20-03-2011  20:21h   







Esta estação é feita de cinzas e marrons?

Tenho prestado uma atenção maior nos ventos e no ar da vida, destes tempos.


Sopram fortes demais, sem a suavidade que o outono requer.

As folhas retorcidas não sabem dançar graciosas nesse ritmo louco, de tufão.

Além do mais, não há espectadores para ver, por ver, aqueles redemoinhos espiralando folhas fátuas pelos ares.

Dizem que há interferências ora de Señor El Niño, ora da contraparte amuada El Niña. Mas são desculpas formatadas, rotas, a explicar o que é notável já:

A natureza, parece, cansou-se da poesia de si mesma ante as indiferenças,
que vêm da busca desenfreada dos sentidos à venda nas lojas em suaves prestações.

Ninguém mais anda por andar, alegre, descalço nas sarjetas enquanto chove;
Um tal mau humor campeia pela ruas, praças e alamedas, que sorrir e acenar, soprar um beijo são gestos furtados, em desuso.

Só as crianças, puras, inocentes, sabem retribuir. Mas logo reprimidas pelos que morreram:

 - Não acene para estranhos! E rapidamente puxam os zíperes dos corações.

O outono prepara o inverno e está cada vez mais nublado e cinza. Mais estranho.

O homem deforma e mascara interna e externamente suas estações?


4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Eu me sento às vezes aí. É que não me vê. O pensamento é intangível. Voeja onde quer e nem onde pousa deixa marcas, só uma leve sensação de presença.

    Há um truque: Assovie uma canção.
    Qualquer uma, desde que, agora, seja esta:
    http://www.youtube.com/watch?v=8kP8jPa1wCg&feature=related

    ou esta:
    http://www.youtube.com/watch?v=BCzTdE3w2xs

    ResponderExcluir
  3. A natureza não se cansou da poesia.
    Ela é a poesia em toda sua plenitude.
    Nós é que andamos atarefados, sem tempo para admirá-la, elogiá-la e cantá-la em versos.
    Já é Inverno, o Outono com suas lindas cores e sabores,já se foi.
    As folhas já adormecem em seu leito.
    A propósito, amei a foto do banco do jardim.
    Linda postagem!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir